Caixa 2 é normal, ou não? Vamos botar discussão

Quem nunca? Estamos numa encruzilhada entre o jurídico, o legal o sei lá sabe-se o que.

Toda a discussão gira em torno da sua opção, tendência ou viés político. Direita, centro, Centro esquerda, esquerda, mais à esquerda, totalmente à direita. Utilizaram de Caixa Dois. Quem?

Atravessamos um período imenso com a utilização do Caixa Dois. Esquerda, Direita – e vale a redundância. Passamos um período onde toda e qualquer composição política, partidária, estabelecimento de candidatura necessitou da malfadada Caixa Dois. Todo o resto, tudo estava ligado nesse nefasto crime. É um bocado de hipocrisia discutir o sexo desses anjos. Ponto.

É crime? Sim. Deve ser punido? Sim. Fulano ou Beltrano devem pagar por seus crimes. Afinal, é crime e assim deve ser julgado.

Houvesse uma Justiça cega e, definitivamente justa, puniríamos a todos e, quantos sobrariam? E vamos pensar bem, quando a esquerda estava no poder, crimes de Caixa Dois; quando assume a direita, crimes de Caixa Dois.

Para que, então, existe a Anistia? “Ato do poder público que declara impuníveis delitos praticados até determinada data por motivos políticos ou penais, ao mesmo tempo que anula condenações e suspende diligências persecutórias.)

Vamos zerar? Vamos anistiar todos? Não seria mais concebível? Ou, vamos colocar na berlinda TODOS os legisladores e membros do poder executivo eleitos, fazer uma caça às bruxas, esvaziar os poderes. Porque sempre foi assim.

Loucura ou irresponsabilidade, danou-se de vez. Existem ações que devem ser feitas em curto, médio e longo prazos. Essa é uma ação a curto prazo. Necessária, moralmente questionável, mas necessária.

Então vamos partir para o que?

Daí, desassoreado o leito do rio. Vamos deixar as águas fluírem. Acompanhei o depoimento de deputado enfatizando a necessidade de uma composição política que dê menos espaço para a Reforma da Previdência e mais destaque e importância para a reforma Política.

Por que 513 deputados quando o espaço não comporta tantas cadeiras? Por que tantos assessores, e custos, e gastos, para nada? Para que essa enganação? O Zé Fulano que não faz nada, não contribui, e nada além de selfies, propaganda ridícula em cima de propaganda ridícula. Ainda temos que conviver com um calendário torto e injusto que coloca esses mesmos imbecis, “inimigos do Batman” e outros recebendo a módica quantia de mais de R$ 110 mil para cuspir e escarrar em nossas caras, tolos que somos.

Por que a esquerda combativa, que tanto vociferou contra o senador biônico criado pelo regime militar, não impediu a sua manutenção? Para que, hoje, 3 senadores por estado? Imagine a economia se tivéssemos 342 deputados e 54 senadores. Na falta de ideias, que anda rara naquelas searas, teríamos tão pouco ideias, tão poucos projetos, tão pouca negociação, muitos menos assessores de “pouca” nenhuma, menos gabinetes, cafezinhos, almoços… Um alívio.

Fazer e copiar versos de Vanuza: “Fazer limpeza no armário, Retirar traças e teias, E angústias da minha mente, Parar de sofrer, Por coisas tão pequeninas… São tão pequenas essas coisas, semelhantes à pessoas, que nos sugam e nos engasgam.”

Chegamos numa posição crítica, encruzilhada, descaminhos

Será que nossos “representantes” terão essa dignidade (qualidade moral que infunde respeito; consciência do próprio valor; honra, autoridade, nobreza), bom sempre ressalvar isso, tão longe de nossa política;

Eu, sinceramente, não acredito. Triste;

Afinal, inocente, continue com seu voto. Vai dai que…

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s