Nandha e Valmir, quando o amor supera e passa a ser a verdadeira cura

A dor que sentimos, seja física, emocional ou espiritual, fica pequena e insignificante quando confrontada com o amor, real, constante, verdadeiro. Assim se deu, assim se dá e são os vários os exemplos por todo o tempo.

Nesta sexta-feira (15), não foi diferente. Acresceu um capítulo a mais na saga da convivência romântica e harmoniosa. Tudo aconteceu na cidade de Uberlândia, região do triângulo mineiro.

Valmir Feliciano dos Santos e Fátima Ribeiro Campos (Nandha como gosta de ser chamada) disseram um “SIM” curador. Internada por problemas pulmonares, Fátima recebeu e aceitou o pedido casamento, consagrando uma união que dura anos. O juiz de paz deslocou-se até o quarto onde a paciente está internada e, na presença de familiares, efetivou a união.

Uma família completa e repleta, uma prova de amor inconteste de ambos.  “E por que não?” diz Valmir. “A doença, qualquer que seja, é um momento de fragilidade para o doente e, acredito que a prova de amor, renovada a cada dia, e sempre mais e mais, traz um alento e até a cura”, reafirma o noivo.

A frase é tão verdadeira, que Nandha apresentou sensível melhora e se fez mais linda e rejuvenescia para a cerimônia. “O importante foi essa imensa declaração de amor e confirmação de felicidade que ele me proporcionou com o pedido. É um recomeçar, mais, é um  manter um amor que vem sendo tão lindo”, disse a noiva.

Que fique e sirva de exemplo sempre, o amor é curativo, é vida, é esperança.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s